terça-feira, 31 de julho de 2007

Troca de cartas

A Juliana é uma prima muito especial, que ganhei com a família do meu marido. É uma mulher excepcional, valente, verdadeira. Venceu uma leucemia que médicos julgavam incurável. Mas este é apenas um dos seus feitos. Uma das coisas que mais admiro na Juliana é sua capacidade de ser transparente. A gente sabe, só de olhar, se ela está feliz, de mau humor, triste. E sua transparência também é sinônimo de fidelidade, sinceridade, coragem.
E ela sempre teve alta sintonia com o Yuri, a quem chama de Fifo. Hoje sei que mesmo que a Juliana não escolha ser mãe, ela é uma excelente mãe para os meus filhos.
Amo ela e suas escolhas. Semana passada, ela nos mandou um CD pro Caio, pelo correio, me emocionei demais e lhe enviei uma carta-resposta por email. Quero compartilhar com vocês.

Carta para Juliana

Prima amada, eu costumo tanto dizer que te amo “sem saber o por quê”.
Hoje, confesso que minto.
Eu tenho muito claro pra mim os motivos do meu amor e da minha admiração.
E uma caixinha de SEDEX que chegou pelo correio, só veio ratificar esses sentimentos.

Dizer pra ti que amei o CD que enviaste pro Caio não será suficiente pra te mostrar meu real sentimento a respeito desse teu generoso gesto, que pode parecer até simples, mas que encerra em si uma grandiosidade de ação, sentimento, perspectiva.

Mas o mais importante, que talvez nem tu tenhas te dado conta, é a mensagem que chegou ao meu coração junto com teu CD. Assim como eu, tu acreditas. Acreditas que o Caio compreende e gosta de música. Acreditas que ele pode e deve ser estimulado pra se desenvolver cada dia mais. Acreditas que, com PC ou não, ele é uma criança igual a todas as outras e merece a alegria de músicas infantis.

Obrigada, meu amor. Não existem as palavras pra quantificar minha gratidão. Muitas vezes me vejo em luta solitária pelo desenvolvimento do meu guerreiro. Me vejo sonhando sozinha o futuro que sei que ele merece e há de ter. As pessoas têm medo, Ju. Acho que como, assim como o Caio, já estivestes muito próxima do outro lado da vida, tens exata noção do que isso significa. As pessoas não querem se envolver. Por medo. Por ausência de conhecimento. Por falta de sensibilidade.

Certa vez, houve alguém de nossas relações, durante uma ocasião festiva que me disse “na lata” que não tinha comprado um brinquedo pro Caio (ao passo que comprou para outras crianças da família, incluindo o Yuri) porque “não adiantava”.

Na grande maioria das vezes, Ju, não preciso que presenteiem o Caio, que dêem ajuda financeira (bem, até preciso, mas isto deixa de ser o mais valioso). Tudo o que queria, era apenas que lhe dessem um olhar. Um olhar. E que pudessem ver que, a despeito de deficiências ou seqüelas, ali tem um ser humano maravilhoso, uma alma gigante, uma simples, doce e inocente criança. Na minha busca pessoal por evolução espiritual não guardo mágoa de quem não dá ao Caio o olhar que desejo. Sei que ele tem os olhares que merece, dos corações que estão sinceramente abertos a lhe dar afeto sem rótulos, carinho sem preconceito.

Ao te imaginar fazendo a seleção destas músicas, ao vislumbrar tu escrevendo no CD, preenchendo as lacunas da caixa do SEDEX... vi que o Caio estava presente em teu coração todo o tempo. E o carteiro acabou trazendo não só ao Caio, mas à todos nós aqui de casa, um presente sem tamanho, de valor inestimável, de importância incomensurável.

Obrigada, Juliana. Que Deus te abençoe. Sempre.


E ela me respondeu. E me emocionou ainda mais. Ju e Lidi: amo vocês. Pra sempre.

Cacau

Não preciso dizer o quanto tuas palavras me emocionaram.

Sei que o Caio gostou, esta semana baixei várias historinhas para os dois.

Sei que ele é capaz de saber disso, sei que ele me ouve e me entende...e sabe o quanto amo ele...o quanto foi esperado, inclusive por mim.

É uma criança surpreendente. Não preciso te dizer isso.

Só agradeço por tê-lo por perto, por ser meu também.
Os meus dois meninos, lindos,espertos e felizes.

O caio é um felizardo por ter a família que ele tem.

E eu por fazer parte desta real família.... dos que os amam, de verdade.

Sei que ele me entende, porque olha bem no fundo dos meus olhos, enquanto converso,canto ou conto as coisas pra ele.

Só lamento por não estar perto sempre, por vcs morarem longe,por eu não ter recurso para participar mais da vida deles.

Espero que tu saibas, que realmente eles são especiais pra mim.

Amo vcs, muito, sinceramente.

Queria ver a carinha dele quando escuta...poderias fotografar?

Beijos...emocionados...

6 comentários:

Claudia disse...

São pessoas assim que tornam nossa caminhada mais fácil, né? Todos temos problemas e provavelmente sua prima também os tem, mas não se esquece de quem ama, encontra tempo pra dividir, pra ajudar, pra acarinhar, que bom que vc tem uma pessoa dessas ao seu lado, que faz com que as pessoas negativas, simplesmente sumam do foco. Acredito que pessoas especiais comos vcs atraiam mais pessoas especiais. Beijos em vcs todos.

Bianca disse...

Dinha, "Bah"... que lindo... chorei, meu!!! Que dádiva tem essa Juliana em participar da sua família...Saiba que apesar de ainda não te conhecer, amo os meninos profundamente, e sobre vc. eu não tenho nem palavras porque a sua sensibilidade em retribuir tudo que tens é maravilhosa!!!Parabéns pela linda carta!!!
beijos
Amo-te!

Fefê disse...

Pôxa, lagriminhas nos olhos por aqui também... É tão bonito ver uma amizade assim. Que sorte vocês terem uma a outra.
Beijos, Dinha.

Chris, mãe da Ciça disse...

Nossa, Dinha que coisa mais linda!!! Você realmente é abençoada por ter uma pessoa tão querida e especial em sua vida!

Beijos enormes em todos!

greice disse...

Dinha, só posso ficar feliz que você e os meninos tenham uma prima linda como essa. Mas nem era isso que eu ia dizer, mas da vontade que eu tenho de abraçar vocês, principalmente o guerreirinho Caio, e ter certeza de que uma pessoinha tão especial existe mesmo de verdade.
bjs!

greice disse...

Dinha, só posso ficar feliz que você e os meninos tenham uma prima linda como essa. Mas nem era isso que eu ia dizer, mas da vontade que eu tenho de abraçar vocês, principalmente o guerreirinho Caio, e ter certeza de que uma pessoinha tão especial existe mesmo de verdade.
bjs!