terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Atitudes pra fazer acontecer (O teu ano já começou? Parte 2)

Meu último post teve um retorno super bacana dos leitores. Muito se sentiram motivados a começar AGORA o seu ano. Mas me perguntaram: tá, Cláudia, mas o que eu posso fazer de fato pra planejar e fazer o meu 2017 ser um ano produtivo?

Em primeiríssimo lugar: ATITUDE POSITIVA! Chega de negativas e de pretéritos imperfeitos. “Ah, não quero perder meu emprego”, “Eu não quero mais engordar”, “Eu queria comprar um carro”. É QUERO! Eu quero manter meu emprego! Eu quero emagrecer. Eu quero comprar um carro novo. Visualiza teus sonhos e projetos acontecendo! Programa teu cérebro de forma que teus neurônios tragam mais força às tuas ações. Ninguém conquista nada da vida quando só vibra na dificuldade, na impossibilidade.

ESTABELECER PRAZOS. Querer que as coisas aconteçam um dia, te deixa a possibilidade do infinito. Mas não temos todo esse tempo nesta vida. Então, bora determinar prazos. Estabeleça um cronograma, crie etapas, que podem ser pequenos passos – mesmo que sejam pequenos, mas que sejam cumpridos. E neste planejamento, sempre escolha alguma tarefa que tu podes fazer HOJE! Ontem, já não dá mais. Amanhã pode ser muito tempo.


Uma forma de se comprometer com aquilo que a gente se propõe a fazer é COMPARTILHAR, tornar público nossos objetivos. Além de ser uma forma muito bacana de agregar a torcida de amigos e das pessoas que nos querem bem, quando tornamos público nossos objetivos, isso nos motiva ainda mais a lutar por eles – afinal tem uma plateia que a gente não gostaria de decepcionar ou diante da qual não queremos passar a vergonha de ter desistido. Se existe um lado positivo para a vergonha, é nesta situação: quando ela nos impulsiona a não desistir.

Eu sou muito adepta também das LISTAS. Escrever, colocar no papel aquilo tudo que tu desejas. Criar uma clara visualização do teu sonho e listar todas as coisas boas que virão com a realização dele, porque isso te motiva. Ao mesmo tempo, listar as desvantagens, tudo o que tu vais perder, deixar de viver, caso o teu sonho fique no meio do caminho.


Procrastinar é adiar a tua felicidade! Se eu pudesse resumir a fórmula para começar agora – o que quer que seja –, numa única palavra, ela seria DETERMINAÇÃO. Determine exatamente aonde tu queres chegar. E não desiste enquanto não conseguir. 

Tenho certeza que tu vais chegar lá!
Um grande beijo,
Cláudia

domingo, 19 de fevereiro de 2017

O teu ano já começou?

Em conversa com uma amiga, ela me diz que tem vários planos, mas que não conseguiu se mexer, pois parece que o ano ainda não começou. E essa é uma fala bem comum. Como o início vem tradicionalmente com o período de férias e veraneio, as pessoas vão deixando para depois. Ok, pausas são necessárias. Mas, iniciativa também. Quanto antes colocarmos em prática nossos objetivos, mais cedo nossas chances de alcançá-los.
De outro amigo, ouço o relato de um recrutador de RH, de pessoas à procura de emprego, mas que gostariam de iniciar somente após o Carnaval. Quase inacreditável, mas real. Independente da necessidade, tem muita gente esperando para começar depois das festas de Momo.

Por que temos essa mentalidade, de esperar todo mundo começar para também fazê-lo? Me arrisco a dizer que é justamente porque queremos fazer igual à maioria, seguir o fluxo. Porque acreditamos que não haverá retorno a nossas investidas, que será desperdício de energia. Será mesmo? Se desejamos resultados diferentes, superiores aos da média, não deveria ser justamente esse o motivador para nos fazer pensar – e principalmente – agir fora da caixa?

Particularmente, estou nadando contra a maré. Iniciei a reeducação alimentar junto com minhas férias, período tido como de “zero compromisso” e até mesmo de justificáveis orgias alimentares. Me matriculei na academia e estou iniciando minhas aulas já, antes do Carnaval, sim. Terminando de escrever uma palestra nova, mesmo que, muito provavelmente, ninguém a queira contratar de imediato.

Nossos planos, sonhos e metas precisam ter urgência de começar! Nossas realizações precisam ser prioridade! Se não forem a nós, a quem serão? Sair do lugar comum, dar o start na frente da maioria, certamente aumentam nossas chances de encontrar eco em respostas positivas de uma parcela que também pensa assim. O topo é lugar para poucos! E será para aqueles que já começaram a escalada!


Para a semana que está iniciando, este é meu convite, minha reflexão. Daqui até o Carnaval, ainda temos 9 dias! Infinitas oportunidades de dar certo, de começar projetos, de alinhavar parcerias. Não espera mais! Chega de procrastinação. Liga, agenda, programa, dá o primeiro passo. Tenho certeza que 2017 já está prontinho, esperando tuas novas atitudes de determinação e sucesso!

Boa semana! Um beijo.
Cláudia

domingo, 12 de fevereiro de 2017

O sonho que te escolheu

Essa semana fez um ano que recebi o convite para dar minha primeira palestra. Convite que me soou quase absurdo, quando recebido. Palestra? Detalhe que tornou o convite ainda mais inusitado: a palestra seria em São Paulo. Quem iria querer ouvir uma total desconhecida, pensei eu. Ainda que incrédula, aceitei o convite e escrevi a palestra em cerca de 20 minutos. Gostei do que tinha escrito. O resumo da ópera é que foi um sucesso e ali começou meu encontro com o que, hoje eu sei, é meu propósito de vida.

A lembrança deste marco inicial me fez lembrar de um vídeo motivacional que diz “Pessoas não escolhem os sonhos. Os sonhos escolhem as pessoas. Você tem coragem para agarrar o sonho que te escolheu?”. E aí pude entender isso na prática; o meu sonho me escolheu. E eu sigo agarradinha nele, acreditando que ele pode me levar muito longe, para lugares e situações muito felizes.

Todos nós temos sonhos. Mas só quem tem coragem de agarrá-los tem a possibilidade de realizá-los. Não dê ouvidos aos teus medos, dê asas aos teus sonhos. Esteja atento! Aquele “convite absurdo” pode ser teu sonho, batendo à tua porta, te convidando para ganhar o mundo! E quando ele te convidar, não o subestime, se ele te escolheu é porque sabe de tua capacidade de torná-lo real. Não o deixe ir embora; agarre-o com as duas mãos!




Celebro um ano como palestrante. Profissional? Talvez ainda não. Palestrante visceral, apaixonada. Hoje, entendedora do que vim fazer no mundo. E, sinceramente, são essas características que nos qualificam a executar o que quer que seja: paixão, entrega, entendimento, conexão com seu propósito.

Para a semana que vai começar, te devolvo a pergunta do vídeo: Tens coragem de agarrar o sonho que te escolheu? Torço demais para que sim!

Um beijo, ótima semana!´

Cláudia

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Mudança de hábito

Para 2017, estou criando uma nova Cláudia. Baseada numa que teve alguns mal estares em 2016, como baixa imunidade e fraqueza muscular, e achava que o problema podia ser seu emocional fragilizado. Um check up médico no final do ano mostrou que não, é físico mesmo. Basicamente, má alimentação. Ou alimentação errada. Anemia, déficit de vitaminas e vários níveis sanguíneos em situação limítrofe. Como é de meu padrão comportamental, num primeiro momento, fiquei triste. Mas depois, busquei a reação: vou virar o jogo. Mais uma vez. Também com minha saúde física, a exemplo do que já fiz com a mental. Vamos fazer o serviço completo!

E como o que tanto prego, resolvi não esperar mais! Comecei em plenas férias, época de tradicionais exageros ou desleixos. Comecei por conta, usando o que sei de certo e errado. Aboli o refrigerante, assumidamente, meu vício. Tentei priorizar as saladas, frutas no lugar do doce, açaí no lugar do buffet de sorvetes. Sem radicalismos, afinal eram férias; e porque, principalmente, não estou de dieta - quero mudar hábitos. Para sempre. Então é um dia de cada vez.

Na volta das férias, já em casa, as roupas começaram a dar indícios de que estamos no rumo certo. Me aproximei da balança, antes inimiga mortal, e conferi: quatro quilos a menos. Mais ânimo! É só o início!

Quero saúde. Quero uma velhice de qualidade. Quero vida longa! Por mim e por meus guris. Por meus sonhos e projetos. Então, agora a coisa ficou séria e estou com acompanhamento nutricional e suplementação de vitaminas. O próximo passo, é iniciar uma atividade física regular nos próximos dias. 


Tenho medo de não dar conta. "Então, vai com medo mesmo!". Conseguirei manter o foco em mais uma meta? Sim! "Eu conseguirei". Junto todos os aprendizados da vida para me lembrar quem "eu sou" e do quanto sou capaz.


Vou aos poucos, descobrindo o prazer de perder tempo, preparando comidinhas saudáveis só pra mim. Me sinto meio criança aprendendo uma coisa nova, meio bruxinha, misturando ingredientes e criando combinações para criar um atrativo e saudável cardápio. Fico feliz por estar me cuidando, me olhando com este carinho. Sempre gostei de cozinhar e concordo quando dizem que é uma forma de amor. Pois então, estou me amando muito. E que dure para sempre este amor!

domingo, 29 de janeiro de 2017

Pausar é preciso

2016 me foi um ano intenso em todos os sentidos. No trabalho, na vida pessoal, energética e espiritualmente. E quando chegou ao fim, eu só pensava que queria e precisava descansar. Conflitava em mim, as atualizações do Meus Frutos, que eu tinha planejado uma regularidade. Mas dentro de todos os aprendizados que tenho buscado, duas lições importantes: me respeitar, sendo menos exigente comigo mesma; e só fazer aquilo que me desperta paixão, do contrário, não faz sentido.

Foi assim que passei duas semanas na praia, curtindo alternadamente as delícias de cada um dos meus filhos, aproveitando uma natureza que nos abençoou muito neste período, me permitindo alguns pecadinhos da gula e praticando um saudável ócio. Na volta pra casa, ainda de férias, fui reorganizando várias coisas e o Meus Frutos, evidentemente, era das primeiras pautas. Porque é onde mais quero investir minha energia em 2017. Porque sim, é paixão. Evidentemente é preciso foco para atingir metas, mas pausas são necessárias. Para se buscar o equilíbrio entre o que se deseja e o que se já tem.



Sou assim mesmo, meio insurgente. Pego sempre, daquilo que aprendo, o que acho que me serve, adapto à minha realidade e crio minha fórmula particular de viver.

Esse é meu convite pra tua reflexão neste período tradicional de férias, que é mais devagar para a grande maioria: permita-se pausar. Permita-se viajar nem que seja para dentro de si mesmo - onde costumam acontecer as mais profundas experiências. Isso contraria as visões mais competitivas, mas eu acredito que quem está em equilíbrio consigo mesmo, está sempre em vantagem, em qualquer disputa.

Por aqui, estamos de volta. Reenergizada. Ainda mais apaixonada por aquilo que quero fazer de minha vida. Cheinha de planos e sonhos para 2017. Já com novidades pra contar nos próximos posts. Sejam bem-vindos eles (os meus sonhos), bem-vindos vocês, aqui de volta, junto comigo!

Um beijo.

Cláudia

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Não espere nada de 2017

O início do ano tem a mística de renovação e de depositarmos nele nossas melhores esperanças. Há muito partilho mais da ideia de Drummond de que é tudo com a gente, que para viver um ano Novo de verdade, precisamos fazer por merecer. Num vídeo que assisti coincidentemente nestes dias, Mario Sergio Cortella fala que a esperança é algo maravilhoso, pois nela depositamos nossos sonhos. A questão é que muitos confundem esperança, do verbo esperançar, com espera.

Esperamos do novo ano, sucesso, amor, prosperidade, alegrias. Esperamos. Mas o que fazemos de fato para alcançá-los? Ter esperança é acreditar que poderemos conquistar aquilo que desejamos; mas justamente se acredito em meus sonhos, dou meu melhor para realizá-los. E isso tem que ser todo dia...

Sei que na prática, há aqueles dias em que a motivação não vem e por vezes estacionamos nossos projetos. Mas isso também não pode ser sinônimo de desistir. Sempre dá pra retomar e seguir atrás daquilo que nossas esperanças depositaram em nossos corações.

Hoje é o dia perfeito para isso. Primeira segunda-feira do ano.

Eu, por exemplo, hoje, primeiro dia das minhas férias, resgatei meu roadmap, que é a rota passo a passo do objetivo que planejei para minha vida, a ser alcançado ate o final deste ano. Ele foi criado em setembro do ano passado e estabeleci dezembro de 2017 como a reta final. Então fui olhar o que já tinha feito do que me propus, se me atrasei em algo, o que tenho que fazer para estes meses agora, dentro do meu esperançoso cronograma.


E isso vale pra tudo! Tenha esperança, mas não espere. Comece agora! Trace seus objetivos. Vá atrás do seu sonho! Fale de seus sentimentos para aquela pessoa especial. Comece um desejado curso. Retome uma amizade que lhe era valiosa e que por algum motivo se perdeu. Peça a seu chefe aquela promoção. Compre aquele livro. Comece cobiçado. Comece a praticar esporte.

HOJE.

Porque hoje é o momento certo!
Não espere mais para fazer as coisas que te trarão felicidade.
A esperança é agora!
Não espere nada de 2017. Faça acontecer!

Esse é meu convite para o novo ano! Vamos juntos?

Um beijo,
Cláudia

sábado, 31 de dezembro de 2016

O que vivi em 2016

Se eu pudesse resumir 2016 em poucas palavras, elas seriam: Aprendizado, Coração, Atitude.

Apareci num lindo programa de TV junto com meu filho. Fiz curso de LIBRAS e achei apaixonante.  Comi menos sushi do que gostaria. Acho que bebi um pouquinho a mais do que deveria. Dei palestras e quero fazer isso pra sempre. Iniciei em desenvolvimento mediúnico. Apliquei menos reiki do que gostaria, mas joguei mais tarô do que poderia imaginar. Fui lembrada de quão rico pode ser um abraço. Trabalhei arduamente na campanha eleitoral e fui até fiscal do partido. Vivi um processo de coaching e descobri o que vim fazer neste mundo. Meus filhos crescem lindamente e seguem sendo meus grandes parceiros da vida. Estou aprendendo a dizer mais nãos com menos culpa. Deixei pessoas e histórias pelo caminho, mas as que ficaram são as melhores. Fiz uma burrada grande com meu cabelo no meio do ano, mas aprendi que nasci para ser loira. Conheci muitas pessoas e estar conectadas a elas é meu propósito de vida.


Também tive problemas. Sofri. Me decepcionei. Chorei sozinha. Tive meus piores dias. Mas toda minha caminhada me fortalece para valorar os melhores. E eles foram incríveis!

Para o novo ano, minha maior ambição é que eu consiga continuar sendo eu mesma. Claro que tenho sonhos, tenho metas. Mas com a convicção de que o melhor meio de chegar até eles é mantendo essa conexão com minha essência. É alimentar diariamente essa Cláudia motivada, confiante, capaz, focada, que floresceu em 2016. Aprendiz eterna, como eu sempre digo. Com muito a evoluir ainda. Mas com a cara e a coragem suficientes para isso. Então, pode vir 2017. Te espero de braços abertos!