quarta-feira, 11 de julho de 2007

Devaneios à véspera da nova idade

Quando eu estava prestes a fazer 25 anos, eu tive um chilique. Ataque de frescura mesmo. Achei que estava ficando velha, que não tinha feito nada da minha vida, estava desempregada, não tinha filhos nem muitos planos pro futuro que afinal já estava ali. Eu ia fazer um quarto de século! Comprei meia dúzia de cremes Renew da Avon, para mulheres acima de 25 anos! Não usei nenhum.

Dez anos depois, olho pra trás e acho graça, bobagem de guria. Mas olho para o presente e me assusto um pouco... 10 anos! Bem, já plantei árvores, já tive filhos. O livro? Tenho realmente investido nesta idéia. Espero realizá-lo antes que se passem mais dez anos. Não tenho mais a pressa ansiosa de antes. Mas tenho medo de não conseguir viver tanta coisa que ainda almejo.

Ok, as ilusões estão bem menores. Sei que não vou dar mais a volta ao mundo. Mas Paris e a Grécia ainda terão a honra de me receber. Não serei uma mega executiva de uma multinacional importantésima. Mas ainda encontrarei meu espaço profissional e terei um nome razoavelmente conhecido e valorizado. Não penso mais em morar numa mansão global, com piscina enorme, motorista, festas regadas à champanhe. Uma singela casinha própria de 3 quartos, onde habite também a saúde e harmonia e possamos receber bons e fiéis amigos para compartilhar um suco de uva natural (ou de laranja, se você preferir) já está de bom tamanho. Nunca serei magra e os cabelos são, sim, assumidamente crespos. Nunca mais comprei Renew. Um visual legal é importante, mas tenho investido mais no que tenho por dentro. No que posso deixar para quem sequer me viu alguma vez pessoalmente.

Ainda quero aprender muito. Com meus filhos, com meus amigos, na faculdade (onde ainda quero estar de novo).
Ainda quero perder algumas manias chatas, coisas da criança que não cresceu. Antes que virem esquisitices de uma velha caduca.
Ainda quero ver meus filhos transformados em homens de bem. E ver no rosto de netos lindos que fiz minha parte.

É... pensando bem tem muitos “ainda” pra querer, sonhar, lutar, ver acontecer.

Tomara que ainda dê tempo!

P.S. A tristeza vai se transformando em uma doce saudade. Já faz seis anos que eu e o Jon comemoramos nosso último aniversário juntos... Pensando melhor, acho que não. Seguimos juntos, de mãos dadas, como nesta foto tirada 30 anos atrás. Parabéns pra ti também, amado irmão!

19 comentários:

Dê disse...

Dinha: acho que seu balanço mostra que você está no caminho certo: se tornando uma pessoa melhor a cada dia e conquistando admiradores. Eu por exemplo, faço parte desse time! Bjs e parabéns adiantados

Grilinha disse...

É...nós com 30´s sabemos apreciar bem melhor a vida, sem sonhos loucos...só apreciar o que temos de bom. Acho que é um dos momentos que mais sabemos o que é a felicidade, pois aprendemos a ter prazer só de ouvir a voz dos nossos filhos, de lhe cheirar o seu perfume....de tocar numa pele de criança macia e saber que a sua vida perpetuará ali, sempre....Beijos

Daniela disse...

Ainda tem muito tempo sim, Dinha. E que bom que vc tem muitos "aindas" pela frente. Não deve ter muita graça chegar em um ponto da vida em que não se tem mais planos.
Lindo post, como sempre. Coisa pra ler e reler de vez em quando.
Muito amor nessa semana de aniversário!

vanessa disse...

Dinha,
é impressionante a tua capacidade de tirar aquelas palavras escondidas lá dentro de nós e que não conseguimos dizer e muitas vezes que não conseguimos ver...
Mas uma vez, me pego pensando nas tuas palavra e vendo o quanto elas são exemplares pra mim.
Palmas, Palmas, Palmas!

Isabella disse...

Dinha, já vou antecipando os parabéns prá essa mulher tão maravilhosa, tão gente, tão sensível, tão amiga que é você. Te adoro, minha querida. Do fundo do coração, viu? Um beeeeeijo muito carinhoso.

Bianca disse...

Querida, vc. resume o pensamento de muitas mulheres, inclusive o meu.Lindo post, linda foto! Parabéns adiantado, amiga!!!
( a única diferença é que eu uso renew... ahahahahah )
beijocas!!!

Eva disse...

Eu acredito que são esses "aindas" que nos fazem conectados com a vida. O que adianta ter 18 anos e não ter plano algum? Enquanto eu conheço uma senhora que do alto dos seus 84 anos ainda tem muitos "aindas" para fazer.
Você como sempre consegue traduzir para palavras sentimentos que vão nos nossos corações.
Carpe Diem!
Beijinhos.

Nalu disse...

Dinha, é cada post mais bonito que o outro...Lindos todos dois, adorei, emocionantes. Beijos.

Claudia Medeiros disse...

Dinha, mais um daqueles seus textos maravilhooooosos! E é asim mesmo, o tempo passa e o que era urgente lá atrás se perdeu e outras prioridades surgiram na nossa vida, bom é assim que evoluímos, não é? Olha, eu logo, logo, faço 39 (QUARENTA no ano que vem!) e continuo firme e forte no Renew, mas não tem nada a ver com o creme, eu me achar hoje muito melhor do que há 10 anos atrás. Com o tempo, a gente passa a se aceitar melhor, graças a Deus!
Beijocas!

Bárbara (motherns) disse...

Sem palavras...
Só meu beijo e meu abraço bem forte!! Te amo!
Babi

Leticia - PoA disse...

Eu acho que com 30 anos a gente começa a ganhar aquela serenidade e perde um pouco daquele imediatismo dos 20. Na verdade eu acho que a gente vai melhorando com o tempo né ?
Vc é prova disso, 10!
Espero que masi este ano de vida tenha lhe trazido muitos mais coisas a comemorar do que apra esquecer!
muitos bjs

Chris, mãe da Cecília disse...

Dinha, você tem muito tempo pela frente para alcançar pelo menos alguns sonhos, querida! Claro que o de mais valor, você já tem: sua linda família, de valor inestimável!
Beijos enormes e desde já, feliz aniversário!!

Ainda estamos lutando pelos cavalos, viu?

Fefê disse...

Parabéns, Dinha...
Eu penso como a Isa, a gente vai melhorando com o tempo, ainda bem...Mas vc tem uma clareza de pensamento e uma determinação que são invejáveis. E não vem com esse papo que a gente te superestima. Vc é super mesmo, ora bolas.
Beijos

Flávia disse...

Ei Dinha!

Fazendo uma retrospectiva dos meus 25 anos, creio que sempre fui uma pessoa que se contenta com pouco,rsrs. Nessa época estava trabalhando num emprego chinfrin, namorando firme, e meu único objetivo era casar e ter filhos. Claro que hoje eu penso diferente: não acho que casamento seja a base da felicidade como eu pensava anteriormente, mas os filhos eu continuo achando que nada no mundo se compara a sensação de ser mãe.
Beijos!

disse...

Dinha, vim te desejar um maravilhoso fim de semana, muitas felicidades, feliz aniversário, que vc consiga realizar todos os seus sonhos e seja cada vez mais feliz junto da sua família linda.
Beijos querida,

Anônimo disse...

Dinha, parabéns adiantados. Lindo post e lindo o que você escreveu sobre a foto com seu irmão.
Fiquei emocionada. E mais fã sua ainda! Beijos,
Ju 2

Daniela disse...

Feliz aniversário! Muita vida, muito tempo, muita felicidade pra vc!
Beijão!

Mamãe Vivi disse...

Dinha meu amor, Feliz Feliz Feliz Aniversário!!!!!
Que Deus cada vez vos ilumine!
Só queria dizer que Te Amo! Te Amo! Te Amo!
Beijo no coração!

Alessandra disse...

Dinha, Feliz aniversario querida amiga !
Espero que você consiga realizar tudo que você sonha, e que possamos nos encontrar !
Muitos beijos