segunda-feira, 3 de setembro de 2007

Filho perfeito

Foi tomada de emoção que assisti à reportagem do Jornal Nacional que noticiava o aniversário de três anos de um menino que nasceu com pouco menos de 10% de sobreviver. Ronaldinho ganhou uma linda festa de aniversário, com decoração, bolo, brinquedos, música. Sua festa aconteceu no hospital. De onde ele nunca saiu.

A equipe médica realmente celebra este menino com deficiências genéticas que comprometem os aparelhos respiratório e digestivo. Foram mais de 30 paradas respiratórias. Ronaldinho contradisse todos os possíveis prognósticos. O que fez a diferença?

“A mãe”, responde a médica chefe da equipe multidisciplinar que acompanha o menino. “Ela nunca desistiu dele e nós resolvemos apostar com ela”.

Vilma, a mãe, fala com emoção, mas serenidade, do filho. “Tive uma fé inteligente”, ela diz. “Nunca deixei de acreditar, mas sabendo de todo o quadro envolvido”. Os médicos se surpreenderam porque nunca haviam visto uma mãe daquelas, que não via nem tratava o filho como doente, por mais que seu quadro fosse gravíssimo. Para ela, ele era o filho perfeito. Porque era amado, podia sentir este amor e era feliz.

Choro. Agradeço à Vilma. Ela conseguiu expressar o que sempre pensei. O que quero dizer quando me nego a rotular meu Caio de deficiente. Ele também é meu filho perfeito. Porque tem amor e alegria. Porque é a vida abençoada que Deus colocou em meus braços. E eu também acreditei, embora não tenha tido a mesma sorte da Vilma de muitos aliados médicos nesta luta. Mas tudo bem, o meu amor de mãe e o amor misericordioso de Deus se mostraram soberanos. O bebê frágil venceu. Hoje, sigo acreditando e já posso dizer que meu guerreiro conta com um pequeno exército, de médicos e amigos que também acreditam. Vamos chegar lá.

Vilma e Ronaldinho, mais de 1100 dias de internação, confirmam que estou certa. O pequeno Ronaldo muito em breve vai realizar o que era considerado impossível. Vai para casa, viver junto aos pais e aos demais irmãos. Vai ter uma vida perfeita. Exatamente como ele, filho perfeito da corajosa Vilma. Exatamente como meu sorridente filho.


12 comentários:

Carol disse...

Dinha,
Vi essa reportagem, me arrepiei, chorei e lembrei muito de vc. Quando vi aquela mãe que não saía por nada do hospital...
Comentei com meu marido: " só depois que nos tornamos mães que entendemos, nos identificamos e nos sensibilizamos ainda mais com situações como essas"...
Muita força Dinha, pois assim como a Vilma, vc tb é uma vencedora!Nunca, nunca perca a fé.
Bjs,
Carol

Isabella disse...

Ai, Dinha, só você mesmo, viu? Estou aqui, com os olhos cheios de lágrimas e um nó na garganta. Um beijo, minha querida.

Valéria disse...

Claudinha! És uma super mãe, igualmente à Vilma, as heroínas que sempre inspiram as demais. Orgulhe-se de ter um filho lindo e feliz, e orgulhe-se mais ainda de ser quem és. bjs

Leticia disse...

Dinha, como o Caio está lindo! Cada dia mais... e eu aqui, chorando com os últimos posts!
beijo querida

Bianca disse...

Dinha, aplausos em pé para vc, para Wilma e para todas as mães queridas que têm essa força. E oremos também por aquelas que não tem... um beijo no coração... E o Caio tá liiindo demais nessas fotos!!! Queriiido da tia!!!

Bianca disse...

Dinha, aplausos em pé para vc, para Wilma e para todas as mães queridas que têm essa força. E oremos também por aquelas que não tem... um beijo no coração... E o Caio tá liiindo demais nessas fotos!!! Queriiido da tia!!!

Grilinha disse...

Ai, ai ! Com esse sorriso lindo...onde está a imperfeição, sua tontinha ? Ela só existe se a quisermos ver. Eu não vejo mesmo...Beijinhos

Eva disse...

Este sorriso é cativante. E você é sempre emocionante. Te adoro, viu?
Beijos

Nalu disse...

O sorriso do Caio é muito bonito...E acho que ele tem alguma coisa que lembra tanto o Tatá...Toda vez que eu vejo fotos dele eu penso isso. Beijos.

disse...

Dinha, que post lindo! As fotos, o texto...Ele é o nosso menino perfeito sim. E eu uma humilde aprendiz. Todo dia aprendo a ser uma pessoa melhor com o exemplo de gente tão maravilhosa como você! Bjs
PS: Adorei seu desafio aí em cima. Já te disse que te amo hoje?

Lili disse...

Não vi a reportagem mas estou aqui em lágrimas.
Pensando na força do amor de uma mãe e no significado do filho perfeito.
Este post é simplesmente profundo e maravilhoso.

Anônimo disse...

Dinha,

Chorei lendo o seu post, te admiro muito mais ... O Caio é lindo e sorri com os olhos: coisa que só pessoas verdadeiramente felizes conseguem fazer. Parabéns, do fundo do meu coração por ser quem você é. Beijo grande, AdriBH.