quarta-feira, 12 de março de 2008

Em tempo: Dia Internacional da Mulher

Sou meio avessa às comemorações ao Dia Internacional da Mulher.
Mas impossível não me render à uma homenagem especial que recebi.
O Yuri fez um cartão totalmente caseiro, com folha de caderno, canetinhas hidrocor, recorte e colagem. Quando eu abri, pude ler sua letrinha ainda meio esquisitinha, mas linda:
"Mãe, sinto orgulho da mulher e da mãe que você é. Eu te amo. Feliz Dia da Mulher."
Como sacramentou um publicitário por aí: não tem preço!

3 comentários:

Flávia disse...

Dinha,com certeza é sem preço uma homenagem singela mas hiper sincera né?
Beijos!

Marlene M. disse...

Dinha querida,
realmente um presente desses nao tem preço, mas vc merece.
Bjussssssssss a todos.

Luciana Pessanha Pires disse...

Que carinho maravilhoso! Seu filhinho é encantador. Voce merece, amiga.
Feliz Páscoa para voce e sua família.

bjim