quarta-feira, 3 de outubro de 2007

Um olhar sobre o futuro

Eu acho que uma das linguagens mais significativas vem do olhar. Tenho a fama de não conseguir esconder meu estado de espírito, basta me dirigir um olhar e a pessoa sabe se estou bem ou mal.
Penso no olhar do Caio, no quanto ele é expressivo.
Dia desses escrevi sobre o
olhar que espero do mundo, para nós e como um todo.

Estamos vivendo um período muito bom, de conquistas muito significativas.
Esta semana tivemos revisões na neurologia, gastro e otorrino. Caíto deu show em todas, recebemos alta “trimestral” do otorrino (o mesmo que 60 dias atrás queria lhe botar um dreno!). Na neurologia, os exames indicam que a neuroplasticidade segue à mil na cacholinha tão amada de meu filhote. Ano passado tínhamos seis consultas mensais com especialistas diversos. Hoje, com os progressos que o Caio faz, mantemos apenas a neurologista, mas com ótimas perspectivas. Choro. Estou feliz e me sinto abençoada.

Aí lembro também de um
texto maravilhoso, que muito me marcou. Onde uma mãe de uma criança com PC fala sobre o poder do olhar. Que os olhos podem ser orgãos de carinho ou ferrões. Que eles têm o poder de amaldiçoar ou abençoar.

Sempre que meus olhos pousam em meus filhos, eu estou os abençoando. Nos dois, Caio e Yuri. Quando reconheço meus traços reproduzidos em seus rostos. Quando penso na perfeição da vida, da genética, do amor. Quando os vejo sorrindo e lhes sinto verdadeiramente felizes. Quando os vejo dormindo e respiro seus sonhos infantis. E isso se torna ainda mais forte, claro, quando olho para o meu pequeno guerreiro.

Meus olhos não enxergam meu Caio como um deficiente, um fardo, um castigo. Meus olhos abençoam a criança forte, alegre, que aprende a vida passo-a-passo ao mesmo tempo em que partilha lições grandiosas. Meus olhos abençoam as vitórias gigantescas que são cada nova sílaba, cada sorriso puro, cada médico que sai de nossa agenda (ainda que agradecendo sua passagem por ela). Eu sofro pelo que poderia ter sido e não foi. Mas abençôo tudo que poderia não ter sido e hoje é.

São olhos de mãe, claro. E por isso mesmo mais tendenciosos, mais complacentes. Mas são, acima de tudo, olhos marejados de fé e amor.

Hoje, ao acordar, meus olhos depararam com uma cena ainda inédita. O Caio estava sozinho em seu berço, completamente sentado! Sem ajuda, sem apoio. O fez sozinho. A felicidade transbordou em forma de lágrimas por estes mesmos olhos.

Mais uma vez, minha fé se renova, fortalecida em tudo o que vivemos, do início até o abençoado dia de hoje. E o tempo, que às vezes me é tão doloroso, como
postei semana passada, se torna nosso aliado. Começo a ver o futuro com olhos engrandecidos pela esperança. Sempre abençoando cada dia vivido, cada dia esperado. E, especialmente, abençoando meu amado Caio.

Olhando e abençoando... desde sempre!

15 comentários:

Leticia disse...

Dinha, que alegria o Caio sentado! Não acreditei no seu conselho, vim aqui e agora estou me acabando de chorar!
Mas de alegria. Isso é bom...

Claudia disse...

Dinha, vc sempre escreve maravilhosamente bem e sempre consegue exprimir o tamanho do seus sentimentos. Se eu fiquei emocionada com o Caio sentadinho, imagino vc. Vcs merecem essa alegria. Beijos

Val disse...

Eu havia prometido pro marido controlar a choradeira, mas num dá né?? Amiga, to muuuuuuuuuito feliz por ti e pelo Caio, claro!
E, sinceramente, é só questão de tempo mesmo até as consultas da neuro também rarearem... intuição de mãe, hehehe)

bjs

Marlene disse...

Dinha querida vc sempre escreve de maneira clara e objetiva e nos emociona muito.
Saiba que vc abençoa seus filhos pq eh especial e abençoada por Deus.
Boa semana .
Bjusssssss

Bárbara de Guareí!!! disse...

Que lindo!!!
Deus abençoe cada dia mais esse pequeno!!!
Muita luz pra vcs todos...
Me emocionei em ler...
Felicidades pra vcs!!!

Lili disse...

Dinha, vou te perdoar por emocionar a gente tanto assim pq esta semana você nos deu muita alegria. Beijos

aline disse...

Não existem palavras para expressar a alegria com que meus olhos se encheram de lágrimas ao saber que o meu gostoso sentou sozinho!!!
Que Deus continue abençoando vocês....

disse...

Eu amo essa família! De verdade. Adoro essas pessoinhas tão especiais (Yuri e Caio) e essa "pessoazona" poderosa, iluminada que me ensina a cada dia a ser uma pessoa melhor, a acreditar na vida, a ter fé. O Sandro ainda não conheço, mas só pelo bom gosto da escolha da esposa já adoro. Viva o Caio! E viva a Dinha! Bjs

Bianca disse...

Coisa maravilhooooooooooooosa!!!!! Estou tão feliz pelo "nosso" Caio... Pelo seu tempinho, pelo seu esforço... E principalmente pela mãe linda que ele tem... Parabéns, Dinha por me ensinar a ser melhor cada dia!!! amo vcs muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito.......

Márcia de Sousa disse...

Dinha, que notícia maravilhosa. Me lembrei na hora que li o post da primeira vez que percebi que a Gabriela tinha conseguido sentar sozinha, de como isso me emocionou, aí fiquei pensando na tua imensa alegria de ver que o nosso guerreiro, no seu ritmo, também está conseguindo dar os seus "passos de independência". Sempre acreditei que no seu tempo o Caio chegaria muito longe, e ele está sempre me surpreendendo positivamente.
Parabéns e muitos beijos para todos vocês, MárciaPOA

Nat & Cia disse...

Dinha, linda, que alegria! Tb fiquei emocionada com suas palavras!
Torço para ler aqui mais momentos com este: de vitória do Caio e de toda sua abençoada família.
Parabéns!
Beijos.

Daniela disse...

Dinha, você é a prova de que escrever com o coração só pode dar certo. Lindo post, como sempre. De emocionar mesmo. Me sinto privilegiada de acompanhar a evolução do Caio e ao mesmo tempo a sua, como mãe, mulher e pessoa. Só me resta pegar carona e tentar evoluir um pouquinho com vocês!
Mil beijos!

Mamãe Vivi disse...

Oi Dinha querida...como sempre vc consegue nos emocionar mesmo! que bênção de Deus o nosso Caíto!!! Nem tenho palavras pra expressar tanta alegria que sinto por vcs! Só peço à Deus que continue sempre abençoando vcs amiga!
Beijo no coração!!!

Dani S disse...

Dinha, nada como um dia após o outro, né? Você sabe disso melhor do que eu, essas conquistas merecem ser muito comemoradas, e o amor realmente tudo cura! mts bjs pra esse fofo, e daqui a pouco a gente vai comemorar o primeiro joelho ralado dele, qdo ele sair correndo brincando por aí!

greice disse...

Dinha, a Dê já tinha me passado este seu texto por e mail. lindo, lindo. Não se esqueça que a cada vitória estaremos aqui pra sorrir com vc, e a cada obstáculo também estaremos ao seu lado.
beijos!!