quarta-feira, 9 de julho de 2008

Inquietações

Coração véio aqui anda inquito. Às vezes, acelera sem razão.

Ando triste, do jeito que não gosto de estar...

Queria mais para os 36 que se aproximam e alguns sonhos parecem cada vez mais distantes.

Na madrugada, incapaz de sonhar, fico insone.

Minha casa ainda não é a minha... algum dia será?

Minhas bençãos são meus filhos. Ainda assim me questiono.

Yuri está cada dia mais lindo, parceiro, inteligente. Até quando será meu?

Caíto é um lindo exemplo de superação. Quer cada vez menos colo, quer ficar em pé, no andador ou pelas mãos. Mas se cansa logo. Sua força de vontade me inspira e ao mesmo tempo me machuca. Ele quer. Mas não consegue.

Ando melancólica. Vai ser o sétimo aniversário sem o riso do meu Jon, em que vai faltar um para soprar a vela. Por que a vida precisa ser assim?

As batalhas estão em campo. Quero muito ter força e esperança. Mas tenho medo de fraquejar.

Vai passar, eu sei. Até mesmo porque estou indo atrás de ajuda. Quero ser eu de novo - idealista, sonhadora, risonha... E vou ser.
Conto com a torcida de vocês.

5 comentários:

Maria Angélica disse...

Ele quer, mas ainda não consegue.

Dinha, querida, o primeiro passo, importantíssimo você está dando: procurar ajuda. A partir daí as coisas ficarão mais claras para que você possa tomar suas decisões com tranquilidade.
Estou com você, pro que der e vier e pro que você precisar, SEMPRE.

Chris, mãe da Cecília disse...

Dinha, sinta-se muuuito abraçada por mim!!
Beijos enormes, da amiga ausente, mas que está sempre pensando em vocês...
Quanto ao Caíto... bem, ele AINDA não consegue!

Beijos

Ana disse...

Dinha,
Ãmiga, isso vai melhorar sim! Tenho certeza disso! Logo-logo vc vai ver o colorido da vida novamente.
Bjs
E vc sabe que pode contar comigo pra tudo, né?

Grilinha disse...

A vontade é uma das coisas mais bonitas ! Sei o que sentes, mas eu confio nesse menino. Muito, muito...

Força e acredita muito que tudo vai correr lindamente. A tua familia tem dado muitas alegrias e vai continuar a dar. Beijos

Renata disse...

Dinha, estou sentindo sua falta, vc andava sumida. Mas entendo os questionamentos, não é fácil né, mas a fé é mais forte que as dificuldades e sei que vc tem muita.

Torcendo pra tudo isso passar e logo, logo todos os seus sonhos se realizarem.

beijos,